Publicado em Castelo de vidro, Posts

09 | TRÁFICO – LIVRO 01 (CASTELO DE VIDRO)

Depois que terminei o jantar me deparei com Dodge na praça.

“Temos que conversar ”
Ele me puxou.

“O que houve? ”

“Até então nada. Mas não podemos vacilar. Conseguiu encontrar o livro?”
Ele cochichou

“Claro que não ”

“Você está vacilando. Não temos muito tempo. Seu pai está nesta também se ele encontrar este livro e entregar em maos erradas estaremos vivendo um verdadeiro desastre”

“O que este livro há de tão importante? ”

“Ah Vitória não dá pra dar detalhes. Encontre até amanhã. Se não faço da sua irmã meu almoço. ”

“Eu estou tentando. Me diz por que este livro é tão importante? ”

“Encontre e você terá seus ganhos. ”

“Por que os vampiros desta cidade tem se multiplicado? ”

“Tráfico ”

“O que? ”
Ele saiu me deixando sem respostas.

“Dodge! ”


Estava tudo muito confuso para min

Estava tudo muito confuso para min. Havia tempo que não ia a floresta. Resolvi ir. Infelizmente quando as mortes ficaram frequentes as pessoas começaram a ter medo de sair de casa, o que dificultava minha brincadeira na hora da refeição. Aquela floresta estava vazia e escura. Subi em uma árvore procurando qualquer sinal. Até mesmo os policiais que investigaram às mortes ali estava com medo. Não havia ninguem até então. Algo me derrubou da árvore. Caí ao chão. Levantei rápido e vi ali um homem branco de cabelos negros.

Assustada perguntei.

“Quem é você? ”

“Concertesa não sou seu jantar”
Disse ele. Tinha razão, era apenas mais um vampiro me deixando decepcionada.

“Sou um índio, estou a procura de vampiros”

“Para mata-los? “

“Não. Para brincar de derruba-los da árvore. “
Ironizou

“Não sou um. Não ainda”
Menti. Há tempos me encontrava fraca por conta da doença e mesmo alimentando isto piorava a cada dia.
Em compensação dava para mentir por conta da fraqueza

“Ainda não completou a transição ”
Disse ele

“Não pretendo completar. Não quero viver assim. Prefiro morrer. ”
Menti e ele parecia acreditar. Não foi difícil fazer isto. Quando os vampiros estão a muito tempo com fome, tem suas consequências, perda de alguns dons como ler mente, nao conseguem hipnotizar,tem pouca agilidade e eficiência nos sentidos. Eu vi que aquele indio era inteligente mas não forte fisicamente, eu pude mentir sem dificuldades afinal eu era apenas uma garotinha delicada, uma princesa.


“Como os vampiros tem se multiplicado?”
Perguntei

“Trafico”

“O que isto influencia? ”

“É uma droga diferente baseada em dois conceitos. Primeiro matar o humano e depois o transformar. Algum vampiro muito forte, provavelmente o sangue de um original está servindo como o segundo conceito, o de transformar. O resto você ja sabe, vem a fome. ”

“Por que isto? ”

“Não sabemos ainda. Mas temos um plano de sobrevivência e alterações dos fatos. Estamos procurando os vampiros e mudando-os. ”

“Como sabe tanto sobre isto? ”

“Quando me transformei matei muitos e eles me ajudaram. ”

“Eu não preciso da sua ajuda”

“Você pode controlar depois que completar o ciclo. ”

“Eu não quero”
Virei saindo.

“Pode fazer coisas comuns como pessoa comun”
Parei de caminhar.

“Posso andar no sol? “


Mais tarde depois da conversa com o índio me encontrei com o Dodge. De novo ele me ameaçou. Mas logo perguntei.

“O que sabe sobre índios? “
“Perigosos. Muito perigosos”
Respondeu ele com um olhar de medo.


https://www.wattpad.com/story/48396079-cidade-para-vampiros-livro-01-vit%C3%B3ria

Continua…

”Oi gente tudo bem? Vocês já adicionaram o livro a lista de leituras, preciso do apoio de vocês ***  brigado por ler!!! Voltem sempre ♡♡♡”
D

iga não ao plágio!
Lei 9. 610

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s